Dilma Roussef será indenizada após ser acusada de viajar na primeira classe usando verba pública

Dilma Roussef será indenizada após ser acusada de viajar na primeira classe usando verba pública

A ex presidente, Dilma Roussef (PT), será indenizada por danos morais no valor de R$25 mil reais, porque, quando estava a bordo de um avião, um homem tirou uma foto e publicou nas redes sociais, acusando-a de viajar na primeira classe usando verba pública.

Em novembro de 2019, Julio Martini publicou uma foto de Dilma dormindo no avião e disse: “Olha a companheira Dilma, voando First Class de Dubai pra SP… eu não disse Caracas ou Havana para SP… Dubai para SP… meteu aquele Caviar, umas boas taças de Dom perignon, e logicamente aquele vinho francês … uma maravilha… parabéns para você que também paga por isso!!!”

A juíza Luciana Torres Schneider do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, em julgamento, entendeu que o homem foi debochado e grosseiro em sua publicação. A magistrada reconheceu que a situação foi agravada pela foto que expôs a ex presidente, sem a devida autorização.

A juíza ressaltou que o direito à livre manifestação não é absoluto e a inviolabilidade da honra e imagem também é um direito assegurado a todos. A defesa do réu alegou que tirou apenas uma self em que Dilma saíra no fundo e postou como um desabafo para seus seguidores. Alegou, ainda, que a foto foi excluída quando soube que a ex presidente fazia viagens à convite de terceiros.

A magistrada concluiu que mesmo que Dilma estivesse em uma viagem paga com recursos obtidos em decorrência de pensão por sua condição de ex presidente, ainda seria grosseiro a manifestação do réu, uma vez que o ganho mensal obtido pela autora é amparado por lei.

Leia mais

É possível concessão de benefício previdenciário diverso do pedido, define TJAM

Em embargos de declaração aos quais se concedeu efeitos infringentes contra Acórdão que julgou Recurso de Apelação de Janira do Socorro de Azevedo Paixão...

Estupro de Vulnerável com vítima sobrinha impõe a acusado no Amazonas aumento de pena

Na ocasião em que a vítima, criança  de 07 anos, se deslocou para atender ao pedido de frutas solicitado pelo tio, Ciro Lima, em...

Mais Lidas

Últimas

Desvalorização no preço de carro leiloado em ação penal não gera indenização

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou recurso de um comerciante de 60 anos, residente em Itajaí...

DPU e MPF pedem R$ 50 milhões à União após mortes de Dom e Bruno no Amazonas

Manaus/AM - Após as mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, a Defensoria Pública da União...

TRT-MT nega indenização à trabalhadora que recusou ser reintegrada após gravidez ser descoberta

A Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (MT) negou o pedido da ex-empregada de um supermercado...

Empregado de Porto Alegre que falou mal da empresa em grupo de WhatsApp é despedido por justa causa

As mensagens foram enviadas pelo auxiliar administrativo para um grupo composto por pessoas estranhas à instituição de ensino onde...