Jogador Daniel Alves é condenado a 4 anos de prisão por estupro em boate de Barcelona

Jogador Daniel Alves é condenado a 4 anos de prisão por estupro em boate de Barcelona

O jogador Daniel Alves, acusado de estuprar uma mulher de 23 anos, no banheiro de uma boate em Barcelona, em dezembro de 2022, foi condenado, nesta quinta-feira (22/02), a 4 anos e 6 meses de prisão. Para a justiça da Espanha, ficou comprovado que a vítima não permitiu a relação sexual.

Daniel Alves. Foto: Reprodução

Na sentença, o colegiado de juízes aplicou uma atenuante por considerar que o jogador realizou um depósito na conta do tribunal, correspondente ao valor de 150 mil euros, que equivale a R$798 mil, em favor da vítima.

Para os juízes, o pagamento efetuado pelo jogador manifestou “desejo de reparação”. O colegiado ainda rejeitou a alegação da defesa de que Daniel estava embriagado (condição que atenua a pena na lei espanhola).

“o arguido agarrou abruptamente a denunciante, atirou-a ao chão e, impedindo-a de se mexer, penetrou-a pela vagina, apesar de a denunciante ter dito que não, que queria ir embora”, registrou a decisão. Para o colegiado, restou claro que não houve consentimento na relação sexual, e que o jogador fez o uso de violência para a conjunção carnal.

Leia mais

TJ-AM manda que Turma reexamine decisão que condenou a Claro em danos morais por scoring

O Tribunal de Justiça do Amazonas aceitou Reclamação da Claro S.A contra a 2ª Turma Recursal, e determinou que seja reexaminada uma decisão que...

Supremo invalida lei que garantia porte de armas para vigilantes e seguranças

Por unanimidade, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) invalidou norma do Estado do Espírito Santo que autorizava o porte de arma de fogo...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Bemol é condenada por venda de mercadoria com vícios ocultos em Manaus

O Juiz George Hamilton Lins Barroso, da 22ª Vara...

Destaques

Últimas

Santander é condenado por negligenciar saúde mental dos empregados

O Banco Santander S.A foi condenado pela Justiça do Trabalho ao pagamento de indenização por danos morais coletivos no...

Imóvel com uso comercial também pode ser bem de família

A Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho afastou a penhora de imóvel do dono do Colégio Teorema, de...

Regulação da IA precisa proteger direitos fundamentais, diz Barroso

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luís Roberto Barroso, defendeu, nesta sexta-feira (12), a regulamentação da Inteligência...

Chapecoense deve indenizar família de chefe de segurança morto em acidente aéreo

A Associação Chapecoense de Futebol (Chapecoense), de Santa Catarina, foi condenada pela Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho,...