Faixa Azul em Manaus/Multa no trânsito poderá ser questionada na Justiça

Faixa Azul em Manaus/Multa no trânsito poderá ser questionada na Justiça

O tráfego do motorista com seu veículo sobre a faixa azul é infração de natureza administrativa e o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana em Manaus (IMMU) noticiou na data de hoje a volta da faixa azul. Significa que os motoristas devem ficar atentos, pois, quem for flagrado utilizando o corredor exclusivo para ônibus poderá estar sob a fiscalização das autoridades locais, com a sobrevinda do desconforto: a penalidade administrativa.

O Código de Trânsito Brasileiro prevê que a circulação com veículo não autorizado em Faixa Exclusiva de transporte coletivo é infração da qual possa resultar não somente a imposição da multa ao veículo como também a imposição de pontos que negativam a carteira do motorista. Nesse caso o órgão notifica o possível infrator, que terá um prazo, inclusive, para apresentar o condutor e se livrar da pontuação. 

O Código de Trânsito prevê que “não sendo imediata a identificação do infrator, o principal condutor ou o proprietário do veículo terá 15 dias de prazo, após a notificação da autuação, para apresentá-lo, na forma em que dispuser o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), ao fim do qual, não o fazendo, será considerado responsável pela infração o principal condutor ou, em sua ausência, o proprietário do veículo”. O Instituto Municipal de Trânsito já avisa aos motoristas que fiquem alertas e não transitem na faixa azul. 

Daí surge a indagação: E se o interessado perder esse prazo para apresentar o condutor? Nesse caso, administrativamente, à primeira vista, a oportunidade de indicar o condutor terá sido perdida. Porém, é possível ainda a via judicial. O Superior Tribunal de Justiça já editou pronunciamento sobre a matéria, pois não se pode afastar a possibilidade da apreciação do caso pelo Poder Judiciário.

O proprietário de veículo que levar multa administrativa tem direito a apresentar o condutor responsável pela infração, ainda que fora do prazo de 15 dias, pois a preclusão temporal prevista no artigo 257, parágrafo 8º do CTB é meramente administrativa, podendo ser ajuizada ação para discutir a apresentação do condutor responsável pela infração, sem que se esteja limitado no referido prazo. 

Leia o acórdão do STJ:

Inteiro Teor. Superior Tribunal de Justiça PEDIDO DE UNIFORMIZAÇÃO DE INTERPRETAÇÃO DE LEI Nº 1.816 – SP (2020/0205640-8) RELATOR : MINISTRO FRANCISCO FALCÃO REQUERENTE : CARLOS ALBERTO LOPES ADVOGADOS : ITAMAR SAID – SP204939 THIAGO VAZ FERREIRA FLORIANO – SP341667 REQUERIDO : MUNICIPIO DE MAUA ADVOGADO : SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS – SE000000M EMENTA ADMINISTRATIVO. MULTA DE TRÂNSITO. IDENTIFICAÇÃO DO CONDUTOR-INFRATOR. PRAZO ADMINISTRATIVO PREVISTO NO ART. 257, § 7º, DO CTB. PRECLUSÃO APENAS ADMINISTRATIVA. POSSIBILIDADE DE DISCUSSÃO NA VIA JUDICIAL. QUESTÃO DE DIREITO. REFORMA DO ACÓRDÃO RECORRIDO. RETOMADA DO JULGAMENTO DO RECURSO INOMINADO DO ORA REQUERENTE

Leia mais

Proibir policial investigado de ser promovido na carreira viola a presunção de inocência

O Tribunal de Justiça do Amazonas dispôs que as regras que dispõem sobre a moralidade administrativa não se confundem nem podem se sobrepor às...

Vítima de estelionato em venda de carro na OLX consegue rever o veículo

Após anunciar a venda do veículo na OLX, o proprietário do carro João Victor logo conseguiu um comprador. O interesse pelo automóvel foi tão...

Mais Lidas

Últimas

Incitar o crime por rede social é conduta que agride a paz pública

Por ter feito publicações no Facebbok enaltecendo uma facção criminosa e ter atingido um número indeterminado de público, Lucas...

STJ passa a receber inscrições para sustentação oral nas sessões virtuais de julgamento

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) começou ontem (10), a receber a inscrição de advogados para a realização de...

Pagamento dobrado de férias em atraso ao trabalhador é derrubado no STF

O empregador que era obrigado a pagar em dobro a remuneração de férias, inclusive o terço constitucional, sempre que...

STJ afasta improbidade em compra de ingressos para abertura da Copa de 2013 pela Terracap

Por maioria de votos, a Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve acórdão do Tribunal de Justiça...