Motorista que causou acidente em viaduto com morte de mototaxista paga fiança e poderá ser solto

Motorista que causou acidente em viaduto com morte de mototaxista paga fiança e poderá ser solto

O motorista Fábio da Silva Moreira, que no último dia 08 de abril, conduzindo um veículo VW TCROSS, ao entrar na contramão do viaduto do Complexo de Flores, na Av. Torquato Tapajós, em Manaus, causou a morte de um mototaxista, além das lesões corporais provocadas na passageira da moto, pagou a fiança de R$ 14.120 (catorze mil cento e vinte reais) arbitradas pela Juíza Thêmis Cathunda, e poderá ser colocado em liberdade. O motorista não reside em Manaus, e mora em Altamira, no Pará. 

O motorista nega que tenha causado o acidente sob efeito de bebida alcóolica. Alegou que não conhece as ruas de Manaus e que estava usando GPS. Nega também que logo após o acidente tenha tentado fugir ou que tenha agido com a tentativa de suborno de uma testemunha que presenciou os fatos. 

Entre as condiçõs impostas pela Juíza para ter direito a liberdade provisória estão a proibição de se ausentar da Comarca de Altamira/PA, município onde reside, no qual deverá cumprir as medidas cautelares diversas da prisão, não podendo mudar de endereço sem prévia comunicação ao Juízo Processante, em Manaus. Com o pagamento da fiança, o motorista aguarda a expedição do alvará de soltura. 

Autos nº: 0481764-15.2024.8.04.0001  Classe: Auto de Prisão em FlagranteAssunto(s): Crimes de Trânsito

 

Leia mais

Em reunião com a Fundação Carlos Chagas, DPE-AM planeja novos concursos públicos

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) realizou uma reunião nesta terça-feira (28) com representantes da Fundação Carlos Chagas (FCC), em São Paulo,...

Nulidades processuais devem ser alegadas na primeira oportunidade, define TJAM

As nulidades processuais devem ser levantada na primeira oportunidade de manifestação nos autos, de modo que, quando apresentadas somente na fase recursal, são consideradas...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Bemol é condenada por venda de mercadoria com vícios ocultos em Manaus

O Juiz George Hamilton Lins Barroso, da 22ª Vara...

Destaques

Últimas

Congresso derruba veto de Lula e volta a proibir “saidinha” de presos

O Congresso Nacional derrubou os vetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à lei que restringe a saída...

CNJ aprova diretrizes para implementação do juiz das garantias

As regras para a implementação do juiz das garantias foram aprovadas por unanimidade durante a 2ª Sessão Extraordinária de...

Advogado suspeito de integrar organização criminosa é proibido de atuar na área criminal

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) restringiu à área criminal a proibição do exercício profissional imposta...

STJ definirá se habilitação de sucessores da parte falecida no processo está sujeita à prescrição

​A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça afetou os Recursos Especiais 2.034.210, 2.034.211 e 2.034.214, de relatoria do...