Juiz Gildo Alves do TJAM é eleito presidente nacional do Fórum de Mediação e Conciliação

Juiz Gildo Alves do TJAM é eleito presidente nacional do Fórum de Mediação e Conciliação

O titular da 8.ª Vara de Família do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos (Numepec/TJAM), juiz Gildo Alves de Carvalho Filho, foi eleito presidente do Fórum Nacional da Mediação e Conciliação (Fonamec) para o biênio 2022-2024.

A nova diretoria do colegiado, que terá à frente o juiz do TJAM, tem como 1.º vice-presidente o desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Erik de Sousa Dantas Simões; e como 2.º vice-presidente o juiz Juliano Carneiro Veiga, do TJ de Minas Gerais.

Os novos diretores foram eleitos e tomaram posso durante assembléia realizada por videoconferência, ocorrida na segunda-feira (6).

Após a assembleia, em entrevista ao Portal do TJAM o juiz Gildo Alves destacou a importância do Fonamec para a consolidação da política pública de autocomposição. “Com muita honra e entusiasmo vamos trabalhar com dedicação e esmero na busca da consolidação e avanços desta importante política pública de autocomposição, trata-se de um gigante mas doce desafio, em que contaremos com o apoio de experientes e vocacionados colegas”, afirmou o magistrado.

O Fonamec foi criado em 2014 durante um encontro nacional de Núcleos de Conciliação promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e tem como objetivo fortalecer a Política Judiciária de tratamento adequado de conflitos.

O fórum está legitimado pela Emenda n.º 02/2016, passou-se a prever que os enunciados do Fonamec, após a aprovação da Comissão Permanente de Acesso à Justiça e Cidadania do CNJ, passarão a integrar a Resolução n.º 125 do Conselho Nacional de Justiça, com efeitos vinculativos para a Justiça Estadual.

Fonte: Asscom TJAM

Leia mais

É possível concessão de benefício previdenciário diverso do pedido, define TJAM

Em embargos de declaração aos quais se concedeu efeitos infringentes contra Acórdão que julgou Recurso de Apelação de Janira do Socorro de Azevedo Paixão...

Estupro de Vulnerável com vítima sobrinha impõe a acusado no Amazonas aumento de pena

Na ocasião em que a vítima, criança  de 07 anos, se deslocou para atender ao pedido de frutas solicitado pelo tio, Ciro Lima, em...

Mais Lidas

Últimas

Desvalorização no preço de carro leiloado em ação penal não gera indenização

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou recurso de um comerciante de 60 anos, residente em Itajaí...

DPU e MPF pedem R$ 50 milhões à União após mortes de Dom e Bruno no Amazonas

Manaus/AM - Após as mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, a Defensoria Pública da União...

TRT-MT nega indenização à trabalhadora que recusou ser reintegrada após gravidez ser descoberta

A Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (MT) negou o pedido da ex-empregada de um supermercado...

Empregado de Porto Alegre que falou mal da empresa em grupo de WhatsApp é despedido por justa causa

As mensagens foram enviadas pelo auxiliar administrativo para um grupo composto por pessoas estranhas à instituição de ensino onde...