Juiz formaliza união de 154 casais no interior do Amazonas

Juiz formaliza união de 154 casais no interior do Amazonas

O juiz Rômulo Garcia Barros Silva, titular da 2.ª Vara da Comarca de Tefé (município distante 525 quilômetros de Manaus), presidiu na última sexta-feira (14/06) a cerimônia que formalizou a união civil de 154 casais, entre eles 3 casais de deficientes auditivos. A cerimônia aconteceu no Centro de Convivência do Idoso (CCI) do município e marcou a 1.ª edição do “Projeto Unidos pelo Matrimônio”, lançado pela Prefeitura de Tefé, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania.

O magistrado já realizou casamento coletivo indígena, na comunidade de Belém do Solimões (Tabatinga), com a tradução simultânea para a língua Ticuna, mas ainda não havia atuado com intérpretes de Libra.

“O evento foi realizado de maneira inclusiva e esta é uma preocupação que o Poder Judiciário vem reforçando diuturnamente, seguindo as diretrizes de atos normativos que integram os preceitos da Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e da Lei de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei n.º 13.146/2015). Assim, buscamos atender às necessidades de cada um dos jurisdicionados, para que eles não somente participem formalmente desse tipo de celebração, mas de fato entendam tudo o que está sendo dito e celebrem o amor com a realização do casamento”, afirmou o magistrado.

A cerimônia foi traduzida em Libras por intérpretes locais. A intérprete de Libras Ruth Sousa ressaltou a importância da experiência de interpretar a cerimônia para três casais de surdos. “Para mim foi muito gratificante e emocionante porque Libras é a segunda língua mais falada no Brasil e acredito que é muito importante interpretar em eventos com amor e empatia pela comunidade surda e isso é de extrema importância para quem deseja ser profissional nessa área”, disse.

De acordo com a assessoria de imprensa do Município, o “Projeto Unidos pelo Matrimônio” propiciou aos casais diversos itens, incluindo vestido de noiva, alianças e buquê, com o apoio de instituições parceiras e doadores.

Fonte: TJAM

Leia mais

Juiz mantém prisão de entregadores suspeitos de agredir morador de condomínio em Manaus

Durante audiência de custódia na terça-feira (16), o Juiz Rafael Rodrigo da Silva Raposo confirmou a legalidade da prisão dos entregadores Richarley Cavalcante Araújo,...

Casamento Coletivo em benefício de grupos socialmente vulneráveis será promovido no Amazonas

Solenidade ocorrerá na próxima sexta-feira (19/07) no Largo de São Sebastião (centro de Manaus) em benefício de 164 casais, incluindo: LGBTQIA+, PCDs, indígenas, idosos,...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Bemol é condenada por venda de mercadoria com vícios ocultos em Manaus

O Juiz George Hamilton Lins Barroso, da 22ª Vara...

Destaques

Últimas

Por não fazer nada, mulher vira ré pela tentativa de homicídio do filho

​Uma mulher virou ré na última sexta-feira (12/7) pela tentativa de homicídio do filho de apenas dois anos, em...

CCJ do Senado adia votação da PEC da autonomia financeira do BC

Para tentar chegar a um acordo com o governo federal, ficou para agosto a votação da Proposta de Emenda à...

Juiz mantém prisão de entregadores suspeitos de agredir morador de condomínio em Manaus

Durante audiência de custódia na terça-feira (16), o Juiz Rafael Rodrigo da Silva Raposo confirmou a legalidade da prisão...

Uso indevido de imagem em campanha publicitária gera dano moral

A Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba decidiu que o uso indevido de imagem em campanha...