TJAM remove Juízes e vitalicia magistrados

TJAM remove Juízes e vitalicia magistrados

O Pleno do Tribunal de Justiça do Amazonas aprovou, em votação, dois processos de remoção e nove processos de vitaliciamento de juízes que atuam no Judiciário Estadual.

Os processos fizeram parte da pauta de julgamentos administrativos da sessão realizada nesta terça-feira (14/05) realizada no plenário Des. Ataliba David Antônio, na sede do TJAM.

Após análise pelos desembargadores da Corte, pelo critério de antiguidade, o juiz Luís Carlos de Valois Coelho – titular da 1.ª Vara de Execução Penal da comarca de Manaus – foi removido, por aclamação, para a 9.ª Vara Cível e de Acidentes do Trabalho. Neste processo, 12 juízes pleiteavam o posto.

Pelo critério de Merecimento, o juiz Pedro Ésio de Oliveira – titular da Vara Única da Comarca de Apuí – foi removido para a Comarca de Novo Aripuanã. O magistrado era o único inscrito no processo.

Na mesma sessão, nove juízes tiveram homologados seus processos de vitaliciamento, que consiste na conclusão do período de estágio probatório dos magistrados, de acordo com a Lei Orgânica da Magistratura (Lomam).

Após análise dos desembargadores da Corte, tiveram seus vitaliciamentos aprovados os juízes e juízas: Otávio Augusto Ferraro, Andressa Piazzi Brandemarti, Emmanuel Ormond de Souza, Nilo da Rocha Marinho Neto, Danny Rodrigues Moraes, David Nicollas Vieira Lins, Janeiline de Sá Carneiro, Clarissa Ribeiro Lino e Michael Matos de Araújo.

Leia mais

Em reunião com a Fundação Carlos Chagas, DPE-AM planeja novos concursos públicos

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) realizou uma reunião nesta terça-feira (28) com representantes da Fundação Carlos Chagas (FCC), em São Paulo,...

Nulidades processuais devem ser alegadas na primeira oportunidade, define TJAM

As nulidades processuais devem ser levantada na primeira oportunidade de manifestação nos autos, de modo que, quando apresentadas somente na fase recursal, são consideradas...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Bemol é condenada por venda de mercadoria com vícios ocultos em Manaus

O Juiz George Hamilton Lins Barroso, da 22ª Vara...

Destaques

Últimas

Em reunião com a Fundação Carlos Chagas, DPE-AM planeja novos concursos públicos

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) realizou uma reunião nesta terça-feira (28) com representantes da Fundação Carlos...

STF suspende reintegração de posse do Complexo Mutamba, no Pará

O ministro Cristiano Zanin, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a ordem de reintegração de posse do Complexo Mutamba,...

TRF6 rejeita recurso da União e dobra indenização à família de perseguido político

A 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 6ª Região negou uma apelação da União contra uma sentença a...

Desastre de Mariana: TRF rejeita recurso de mineradoras e reconhece mais áreas atingidas

A 4ª Turma do TRF6 julgou um agravo de instrumento apresentado pelas empresas Samarco, Vale e BHP contra uma...