OAB-AM é sede da VII edição dos Jogos Jurídicos

OAB-AM é sede da VII edição dos Jogos Jurídicos

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), através da Comissão de Aperfeiçoamento Jurídico, realizou a abertura da VII edição dos Jogos Jurídicos, na tarde de segunda-feira (13/06).

O evento acontece no auditório Rubi, sede da instituição e recebe alunos de oito universidades de Manaus. Essa edição faz uma homenagem à memória de três nomes da advocacia amazonense: José Carlos Valim, Ana Eunice Aleixo e Miquéias Matias Fernandes.

A VII edição dos Jogos Jurídicos vai debater 18 temas importantes para sociedade e para o direito, dentre eles, estudo de gênero e sexualidade no ensino fundamental e médio, isolamento social, inteligência artificial, propaganda eleitoral privada, instituição de tipo penal de homofobia, entre outros.

De acordo com o presidente da OAB-AM, Jean Cleuter Mendonça, os jogos jurídicos são importantes para instituição, pois promove o debate com embasamento técnico sobre assuntos pertinentes e aproxima os estudantes de direito, fazendo com que eles busquem cada vez mais qualificação, para estarem sempre bem colocados no mercado de trabalho.

“Eu sempre defendo a educação como primordial para o nosso advogado, pois ele estando qualificado, isso reflete nos honorários e também na defesa dos direitos da sociedade. Parabenizo o trabalho da comissão, em nome da presidente Isabelle Caresto, em promover um debate tão importante e reitero que a OAB está sempre de portas abertas para os nossos estudantes e futuros advogados”, disse.

O advogado e idealizador dos Jogos Jurídicos, Paulo Trindade, afirmou que o evento tem dupla finalidade, abrir os portões da OAB para as faculdades de direito e com as competições, fomentar uma melhoria no ensino jurídico no estado do Amazonas. “Esses alunos estudam vários temas relevantes do direito e com esse preparo, eles podem até passar no exame da Ordem no último ano da faculdade. Agradeço a participação das faculdades e tenho certeza que vamos ter mais um ano de boas competições acadêmicas no seio da nossa instituição”, explicou.

Para a advogada e conselheira seccional da OAB-AM, Marystella Romanini, o evento é uma oportunidade de os alunos de direito mostrarem todo conhecimento adquirido durante o curso e também um momento para revelar talentos dos futuros advogados. “Como coordenadora do curso de direito da faculdade Uninorte eu afirmo que essa competição revela futuros profissionais, especialistas em determinado assunto, então é muito bom ter esses jovens e adultos aqui para discutir temas tão difíceis, mas importantes”, garantiu.

Fonte: Asscom OAB-AM

Leia mais

É possível concessão de benefício previdenciário diverso do pedido, define TJAM

Em embargos de declaração aos quais se concedeu efeitos infringentes contra Acórdão que julgou Recurso de Apelação de Janira do Socorro de Azevedo Paixão...

Estupro de Vulnerável com vítima sobrinha impõe a acusado no Amazonas aumento de pena

Na ocasião em que a vítima, criança  de 07 anos, se deslocou para atender ao pedido de frutas solicitado pelo tio, Ciro Lima, em...

Mais Lidas

Últimas

Desvalorização no preço de carro leiloado em ação penal não gera indenização

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou recurso de um comerciante de 60 anos, residente em Itajaí...

DPU e MPF pedem R$ 50 milhões à União após mortes de Dom e Bruno no Amazonas

Manaus/AM - Após as mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, a Defensoria Pública da União...

TRT-MT nega indenização à trabalhadora que recusou ser reintegrada após gravidez ser descoberta

A Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (MT) negou o pedido da ex-empregada de um supermercado...

Empregado de Porto Alegre que falou mal da empresa em grupo de WhatsApp é despedido por justa causa

As mensagens foram enviadas pelo auxiliar administrativo para um grupo composto por pessoas estranhas à instituição de ensino onde...