Na Paraíba, advogados pedem desistência de ação, juiz nega e solicita atuação da OAB

Na Paraíba, advogados pedem desistência de ação, juiz nega e solicita atuação da OAB

A ação do consumidor foi distribuída ao Juizado Especial Misto de Santa Rita, no Estado da Paraíba. No mérito, o pedido de reconhecimento de danos morais sofridos, sob o fundamento de que a instituição financeira  teria incluído o nome do autor, indevidamente, no serviço de proteção ao crédito, sendo negativado. Ocorre que a defesa do banco demonstrou que os serviços bancários foram regularmente utilizados pelo autor.

Em seguida, o autor, por meio de seus advogados, requereram a desistência da ação. O magistrado concluiu que “havia um grupo de advogados do estado de Mato Grosso que já ajuizou mais de 500 ações na Paraíba, sempre apresentando a mesma narrativa de negativação indevida”. O pedido de desistência foi rejeitado.

Ao depois, o juiz Giordano Bruno Linhares concluiu que houve litigância de má fé pelos causídicos e determinou que fosse comunicado a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional da Paraíba, com todas as informações sobre os fatos, solicitando a tomada de providências para avaliar possíveis condutas ilícitas dos profissionais. 

Leia mais

Juiz deve analisar condições sociais e pessoais do segurado em aposentadoria por invalidez

Segurado do INSS que nessa condição leva o Instituto Nacional do Seguro Social à condição de Réu em ação acidentária e cuja incapacidade para...

Proibir policial investigado de ser promovido na carreira viola a presunção de inocência

O Tribunal de Justiça do Amazonas definiu que as regras que dispõem sobre a moralidade administrativa não se confundem nem podem se sobrepor às...

Mais Lidas

Últimas

TRF-3 diz que marcas de indústria de brinquedo podem ser penhoradas

A Segunda Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) ratificou decisão da 10ª Vara de Execuções Fiscais...

Juiz deve analisar condições sociais e pessoais do segurado em aposentadoria por invalidez

Segurado do INSS que nessa condição leva o Instituto Nacional do Seguro Social à condição de Réu em ação...

Publicações em rede social que provoquem risos não podem ser tidas como criminosas

A postagem na rede social Twitter consistiu no comentário sobre uma notícia, veiculada em telejornal estrangeiro, de furto de...

Incitar o crime por rede social é conduta que agride a paz pública

Por ter feito publicações no Facebook enaltecendo uma facção criminosa e ter atingido um número indeterminado de público, Lucas...