Desobedecer a ordem de parada de policiais militares é crime diz STJ

Desobedecer a ordem de parada de policiais militares é crime diz STJ

A ordem de parada sinalizada por policiais militares deve ser entendida como ordem legal de autoridade competente, e, seu não cumprimento, é conduta que esteja descrita no Código Penal especialmente no artigo 330 CP. A conclusão jurídica é do Superior Tribunal de Justiça, especificamente da Quinta Turma do STJ.

É típica a conduta de desobedecer a ordem de parada de agentes policiais no desempenho de atividade ostensiva de policiamento, configurando o delito descrito no artigo 330 do Código Penal. Foi Relator Reynaldo Soares da Fonseca em Agravo Regimental em Habeas Corpus.

“A jurisprudência desta Corte Superior entende que não está configurada a confissão acerca do delito de receptação, ainda que o acusado admita que estava na posse da res, se ele houver negado conhecer a origem e o histórico ilícito do bem”.

Não obstante, é típica a conduta de desobedecer a ordem de parada de agentes policiais no desempenho de atividade ostensiva de policiamento, firmou o Ministro Reynaldo Soares, nos autos de AgRg o HC 643.377/SC. Relator Ministro Reynaldo Soares da Fonseca, Quinta Turma , STJ.

 

Leia mais

Juiz viola o momento adequado para aplicar o ônus da dinâmica das provas e tribunal anula sentença

Age com ofensa ao contraditório e à  ampla defesa a decisão que, inadequadamente, antecipa o o julgamento da lide, por entender dispensáveis outras provas,...

2ª Turma Recursal mantém indenização de R$ 10 mil por cancelamento de voo

A Segunda Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) confirmou condenação da LATAM Airlines por cancelamento de voo sem justificativa plausível. O...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Bemol é condenada por venda de mercadoria com vícios ocultos em Manaus

O Juiz George Hamilton Lins Barroso, da 22ª Vara...

Destaques

Últimas

Motorista que se envolveu em acidente com viatura do Corpo de Bombeiros deve ser indenizado

O Distrito Federal foi condenado a indenizar motorista que se envolveu em acidente com viatura do Corpo de Bombeiro...

Juiz viola o momento adequado para aplicar o ônus da dinâmica das provas e tribunal anula sentença

Age com ofensa ao contraditório e à  ampla defesa a decisão que, inadequadamente, antecipa o o julgamento da lide,...

Justiça condena INSS a conceder aposentadoria por incapacidade a mulher com problemas de saúde

A Justiça Federal condenou o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a conceder aposentadoria por incapacidade permanente a uma...

TJMG condena empresária por violação de direitos autorais

A 21ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou decisão da Comarca de Belo Horizonte...