Corregedoria concluiu correição ordinária no TRT-11 (AM/RR)

Corregedoria concluiu correição ordinária no TRT-11 (AM/RR)

O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Guilherme Augusto Caputo Bastos, encerrou, nesta sexta-feira, a correição ordinária no Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (AM/RR). Na sessão plenária para a leitura da ata de correição o ministro apresentou os resultados da atividade correicional realizada no tribunal desde o início da semana.

Durante os trabalhos, a equipe da corregedoria examinou os dados relativos às estruturas judicial e administrativa, à tecnologia, aos sistemas e-Gestão e PJe, além da averiguação dos dados previamente encaminhados pela administração do TRT-11. O ministro também cumpriu uma agenda de visitas, reuniões e atendimentos a magistrados, advogados, servidores e jurisdicionados.

O ministro agradeceu a boa acolhida e afirmou estar impressionado com os lugares que conheceu, com a beleza da capital amazonense e pela gentileza com que ele e sua equipe foram tratados por todos no TRT-11. “Foi uma semana espetacular. De muito trabalho, mas também de muito carinho”, declarou.

Pontos positivos

Em discurso, o ministro destacou como pontos positivos o desempenho da Escola Judicial (Ejud-11), a taxa de congestionamento líquida de processos; a taxa de produtividade do 1º grau; o prazo da duração processual; a reduzida quantidade de recursos de revista pendentes; a eficiência nas audiências de conciliação em precatórios; dentre outros.

A presidente do TRT-11, desembargadora Ormy da Conceição Dias Bentes, afirmou que as supervisões da Corregedoria-Geral nos TRTs não têm finalidade repressiva ou punitiva, mas sim de aperfeiçoamento da Justiça do Trabalho em todo o país. Ela também declarou empenho para atender as recomendações feitas na ata correicional.

“Nosso tribunal amazônida envidará todos os esforços, com consciência e responsabilidade, para que sejam cumpridas todas as recomendações anotadas na ata correicional”, disse. “Assumindo um compromisso organizacional, sempre com o desiderato de prestar um serviço público de excelência, buscando um maior nível de excelência na entrega da prestação jurisdicional a quem nos procura, com celeridade e qualidade”, completou.

Fonte: Asscom TST

Leia mais

Não há dano a imagem na publicação de foto em reportagem com nítido interesse público, diz TJ/AM

A Desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Guedes Moura, ao relatar apelação, reverteu a decisão do juiz Paulo Feitoza que havia condenado o Amazonas em...

Manaus Ambiental é condenada a indenizar consumidor pelo seu nome ter sido indevidamente negativado

O Desembargador Cláudio Roessing determinou que a Águas do Amazonas retirasse do cadastro de inadimplentes o nome da consumidora Rita Bittencourt por reconhecer que...

Mais Lidas

Últimas

MPF cobra explicações da PRF sobre morte de homem em viatura em Sergipe

O Ministério Público Federal de Sergipe abriu procedimento para acompanhar as investigações sobre a morte de Genivaldo de Jesus...

Lista de aprovados no concurso da DPE-AM é publicada

Manaus/AM - A lista de aprovados no concurso público da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) foi publicada....

STJ revoga prisão domiciliar concedida de forma automática em razão da pandemia

Por falta de fundamentação vinculada ao caso concreto, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Rogerio Schietti Cruz...

Reunião de Diretora-Geral com Chefes de Cartório define ações para Eleições 2022

A Diretora-Geral do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas, Melissa Lavareda, reuniu, ontem (25/06), os Chefes dos Cartórios Eleitorais para...