Cadeia de custódia comprova crimes praticados contra Dom Philips no Amazonas

Cadeia de custódia comprova crimes praticados contra Dom Philips no Amazonas

O retrato cronológico do desaparecimento de Bruno Pereira  e Dom Philips caminhou para um desfecho fatídico que ocorreu na Região do Javari, no Amazonas. A Polícia Federal, que, no  comando da força tarefa, investiga o caso, perfaz a cadeia de custódia da causa criminal, que culminou com o reconhecimento, isolamento e coleta de vestígios que se iniciaram com a apreensão de uma voadeira onde se indicou, primeiramente, a presença de sangue humano. Posteriormente, após a prisão temporária dos envolvidos, chegou-se na descoberta de fragmentos humanos, aos quais,  já há confirmação oficial que os restos mortais encontrados na área investigada pertencem ao jornalista Dom Philips. 

Não obstante, ainda há vestígios que integram o conjunto de todos procedimentos utilizados para manter e documentar a história cronológica dos fatos, que se intensificaram após as informações prestadas pelo pescador Amarildo da Costa Oliveira. Os vestígios foram encontrados como informou o suspeito, mantido na condição de preso temporário, por decreto da Justiça.

Importa, de então, novos relatos da autoridade policial, especialmente quanto a dinâmica dos fatos, pois resta evidenciar a insurgência de elementos probatórios de potencial interesse para a investigação, que além de complexa, enfrenta adversidades da própria região do Vale do Javari. Os trabalhos dos peritos continuam para saber de quem são todas as partes para a compreensão das mortes e outras circunstâncias que envolvem o crime. Mas a Polícia Federal já afastou a possibilidade de ter havido mandantes. 

Leia mais

Separada do servidor terá pensão por morte limitada aos valores dos alimentos que recebia

A Desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Guedes Moura, ao julgar, em voto condutor, recurso contra decisão que julgou improcedente pedido de reajuste de pensão...

Havendo dúvida na violência doméstica, deve-se resolver a favor do réu

Ainda que no âmbito da violência doméstica e familiar contra a mulher, prevalece o princípio do in dubio pro reo quando a palavra da...

Mais Lidas

Últimas

Separada do servidor terá pensão por morte limitada aos valores dos alimentos que recebia

A Desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Guedes Moura, ao julgar, em voto condutor, recurso contra decisão que julgou improcedente...

STJ nega liminar para suspender ações decorrentes de delação de ex-subsecretário de Saúde do RJ

O desembargador convocado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Olindo Menezes indeferiu liminar em habeas corpus em que a...

STJ determina ressarcimento de cirurgia negada pelo plano

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por maioria, decidiu que uma operadora de plano de saúde...

TST: Auditor fiscal do trabalho tem competência para reconhecer vínculo de emprego

A Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho decidiu que um auditor fiscal do trabalho tem competência para reconhecer...