TJAM divulga abertura de edital para estágio em Direito em unidades da capital

TJAM divulga abertura de edital para estágio em Direito em unidades da capital

A Secretaria de Gestão de Pessoas do Tribunal de Justiça do Amazonas divulgou nesta sexta-feira (06/05) edital de Seleção Pública para Estágio de Nível Superior na área de Direito, em regime presencial, nas unidades do Poder Judiciário Estadual na capital.

O estágio compreende o exercício transitório de funções auxiliares no Poder Judiciário, com bolsa-auxílio mensal no valor de R$ 850, auxílio-transporte no valor de R$ 167,20, e jornada de atividades de 20 horas semanais.

Conforme o edital são 50 vagas no total, sendo 30 para ampla concorrência; 5 para pessoas com deficiência; e outras 15 vagas para negros e indígenas.

As inscrições serão feitas de forma gratuita, no período entre 8h do dia 09/05 e 14h do dia 27/05 (horário Manaus), pelo endereço https://bit.ly/tjam-sped2022, que também estará disponibilizado no Menu “Concurso e Estágios” – “Estágio Capital – Direito” do portal da instituição (www.tjam.jus.br).

Para se candidatar, é preciso estar regularmente matriculado no primeiro semestre de 2022 em Curso de Graduação em Direito no Amazonas, em estabelecimento de ensino superior autorizado ou reconhecido pelo MEC, e cursando, no mínimo, o 3.º período e, no máximo, o 6.º período ou o equivalente para cursos de regime anual. O estudante desperiodizado deverá comprovar no ato da admissão as disciplinas não cursadas, devendo ainda ter a cursar, no mínimo, um ano de atividades acadêmicas.

Também é preciso ter coeficiente de rendimento igual ou superior a 8,0, atestado por histórico escolar oficial da instituição de ensino, além de outros requisitos especificados no edital.

Os estudantes que tiverem a inscrição deferida em Edital de Homologação estará convocado para participar da etapa seguinte da seleção, que é o Curso de Formação para Candidatos(as) ao Estágio em Direito no TJAM (SPED 2022), oferecido gratuitamente pela Escola de Aperfeiçoamento do Servidor do Tribunal de Justiça do Amazonas (EASTJAM) (http://eastjam.tjam.jus. br/) e realizado exclusivamente das 8h do dia 06/06 às 23h59 do dia 10/06/2022 (horário Manaus), na modalidade a distância autoinstrucional.

Após a seleção, os admitidos realizarão o estágio nas unidades judiciais ou administrativas do TJAM, localizadas no Edifício Arnoldo Péres, Fórum Ministro Henoch Reis, Fórum Cível Desembargadora Euza Maria Naice, Fórum Desembargador Mário Verçosa, Fórum Desembargador Lúcio Fontes de Rezende, Fórum Desembargador Azarias Menescal de Vasconcelos, Casa de Justiça Paulo Herban Maciel Jacob, Juizados dispersos, Ônibus da Justiça Itinerante e Centro Administrativo Desembargador José de Jesus Ferreira Lopes.

Outros detalhes da seleção podem ser conferidos no edital, disponibilizado no Diário da Justiça Eletrônico desta sexta-feira (06/05), da página 14 a 17 do Caderno Administrativo.

Fonte: Asscom TJAM

Leia mais

Home Care em Manaus é direito em plano de saúde dentro da rede credenciada de Seguradora

Ao aderir a um plano de saúde, o consumidor já tem ciência de quais hospitais e profissionais fazer parte da rede conveniada e, se...

Aluno não pode ser prejudicado por alteração de grade curricular, diz TJ/Amazonas

Julgado da Corte de Justiça firmou que embora a Universidade do Estado do Amazonas tenha autonomia didático científica, aí se incluindo a prerrogativa de...

Mais Lidas

Últimas

Prédio do TJAM treme e é evacuado em Manaus

Manaus/AM - O prédio do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) precisou ser evacuado após tremores na estrutura na...

Home Care em Manaus é direito em plano de saúde dentro da rede credenciada de Seguradora

Ao aderir a um plano de saúde, o consumidor já tem ciência de quais hospitais e profissionais fazer parte...

Atentado contra os pais cometido por menor também é causa de exclusão da herança, decide STJ

Ao rejeitar o recurso especial de um homem que matou os pais quando tinha 17 anos de idade, a...

União e Funai têm até um ano para destinar área de sobrevivência ao grupo indígena Fulkaxó

A Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão que estabeleceu o prazo de até um ano...