Operação “Predador” da Polícia Federal desmantela associação voltada para moeda falsa

Operação “Predador” da Polícia Federal desmantela associação voltada para moeda falsa

A desarticulação de uma associação criminosa dedicada à prática reiterada de crimes de moeda falsa é movimentada nesta sexta pela Polícia Federal na Operação “Predador”, com mandados a serem cumpridos por determinação da Justiça Federal. Mais de R$ 200 mil reais em notas falsas foram apreendidas pela Polícia Federal em 2021, com a identificação de um grupo criminosa que fabricava as notas ilícitas em Goiás e era responsável por introduzir em circulação centenas de milhares de reais falsificados.

O crime tem sua tipificação no código penal brasileiro e consiste em “falsificar, fabricar ou alterar a moeda metálica ou papel-moeda de curso legal no país”, se detectando, na operação, inclusive, a apreensão de cédulas falsas de R$ 200 reais, com alta qualidade de contrafação.

As notas eram enviadas por encomenda postadas para pelo menos 14 unidades da Federação, distintamente. O crime foi identificado em parceira com a Coordenação de Segurança Corporativa dos Correios em Brasília e com a Receita Federal do Brasil, evidenciando-se que o montante da falsificação atinge a cifra de R$ 20 milhões entre 2020/2021.

Outros crimes conexos são investigados, que não consistem apenas na falsificação do papel moeda, mas se estendem desde a associação criminosa, até a lavagem de dinheiro, cujas penas somadas, em concurso material de delitos podem ultrapassar 20 anos de reclusão.

Leia mais

É possível concessão de benefício previdenciário diverso do pedido, define TJAM

Em embargos de declaração aos quais se concedeu efeitos infringentes contra Acórdão que julgou Recurso de Apelação de Janira do Socorro de Azevedo Paixão...

Estupro de Vulnerável com vítima sobrinha impõe a acusado no Amazonas aumento de pena

Na ocasião em que a vítima, criança  de 07 anos, se deslocou para atender ao pedido de frutas solicitado pelo tio, Ciro Lima, em...

Mais Lidas

Últimas

Desvalorização no preço de carro leiloado em ação penal não gera indenização

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou recurso de um comerciante de 60 anos, residente em Itajaí...

DPU e MPF pedem R$ 50 milhões à União após mortes de Dom e Bruno no Amazonas

Manaus/AM - Após as mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, a Defensoria Pública da União...

TRT-MT nega indenização à trabalhadora que recusou ser reintegrada após gravidez ser descoberta

A Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (MT) negou o pedido da ex-empregada de um supermercado...

Empregado de Porto Alegre que falou mal da empresa em grupo de WhatsApp é despedido por justa causa

As mensagens foram enviadas pelo auxiliar administrativo para um grupo composto por pessoas estranhas à instituição de ensino onde...