Líder espiritual é denunciado por crimes como estupro e exercício ilegal da medicina

Líder espiritual é denunciado por crimes como estupro e exercício ilegal da medicina

O promotor de Justiça Rafael Briozo denunciou, um líder espiritual investigado por uma série de crimes sexuais em Socorro. Caso a Justiça aceite os termos da denúncia, o homem responderá pelos delitos de estupro, violência sexual mediante fraude, importunação sexual e exercício ilegal de medicina. Ao todo, 16 vítimas foram identificadas.

Ficou demonstrado que o acusado era integrante de um centro de umbanda e usava sua posição na entidade religiosa para oferecer supostos tratamentos mediúnicos feitos à base de massagens. Durante esses procedimentos, ele praticou atos libidinosos contra diversas mulheres. Uma das vítimas tinha 17 anos na época dos fatos e sofreu os abusos na presença da própria mãe. Ainda segundo as investigações, o denunciado atacou também uma paciente e uma estagiária do hospital em que trabalhava.

O homem está preso desde 15 de janeiro.

Com informações do MPSP

Leia mais

STF contraria STJ e declara válida invasão de casa por policial ante atitude do suspeito

O colegiado do Supremo Tribunal Federal, por maioria de votos, decidiu que são válidas invasões da Polícia Militar a domicílios nos casos em que...

Esposa pode pedir para retirar sobrenome do marido mesmo durante o casamento

Mesmo casada, a mulher tem o direito de solicitar a retirada do sobrenome adquirido após o matrimônio, por meio de um processo administrativo ou...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Bemol é condenada por venda de mercadoria com vícios ocultos em Manaus

O Juiz George Hamilton Lins Barroso, da 22ª Vara...

Últimas

Juiz absolve sumariamente ré em processo que tramitava havia dez anos

Por entender que a absolvição por falta de provas seria o desfecho natural do processo, que já se arrastava...

Fachin concede benefício e converte pena de condenado por tráfico

As denúncias anônimas e a apreensão de quantidades fracionadas de droga não comprovam a dedicação ao tráfico, não podendo,...

Averbação em matrícula de bem impenhorável não se confunde com a efetiva penhora

O fato de o devedor possuir bem considerado impenhorável, por si só, não afasta a possibilidade da averbação premonitória...

Justiça do Trabalho reintegra ao trabalho homem que pediu demissão durante quadro de depressão

A 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (RO/AC) manteve a decisão da 1ª Vara do...