MPAM firma acordo para garantir acolhimento de crianças e adolescentes em Guajará

MPAM firma acordo para garantir acolhimento de crianças e adolescentes em Guajará

O Ministério Público do Amazona firmou acordo de conciliação para garantir o acolhimento de crianças e adolescentes em situação de risco no município de Guarujá. O acordo foi firmado no dia 04 de maio de 2022, pelo Promotor de Justiça Vitor Rafael de Morais Honorato, e prevê a realização de convênio com uma fundação local.

“O Município de Guajará prestará o serviço de acolhimento institucional conforme previsto no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), incluindo todo o programa de proteção e acompanhamento destinado a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Além do convênio firmado com a Fundação Betel, a Prefeitura também deve fazer o pagamento de débitos anteriores com essa instituição”, informou o Promotor de Justiça.

O convênio com a Fundação prevê o acolhimento de crianças e adolescentes de Guajará, sem restrições numéricas e com a disponibilização de toda a estrutura da Instituição, que, segundo o Promotor de Justiça, possui larga experiência e expertise na área.

Fonte: Asscom MPAM

Leia mais

Aluno não pode ser prejudicado por alteração de grade curricular, diz TJ/Amazonas

Julgado da Corte de Justiça firmou que embora a Universidade do Estado do Amazonas tenha autonomia didático científica, aí se incluindo a prerrogativa de...

Zona Franca não é incompatível com a política de redução da carga tributária, diz ABIR a Moraes

O Ministro Alexandre de Moraes recebeu pedido da ABIR-Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas Não Alcóolicas para ingresso na ADI-7153, na qual...

Mais Lidas

Últimas

Aluno não pode ser prejudicado por alteração de grade curricular, diz TJ/Amazonas

Julgado da Corte de Justiça firmou que embora a Universidade do Estado do Amazonas tenha autonomia didático científica, aí...

Ulbra é denunciada por cobrar taxa de R$ 200 por colação de grau em Manaus

Manaus/AM - Alunos do Centro Universitário Luterano do Brasil (Ceulm/Ulbra), procuraram o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM), para...

Condenado a 26 anos pela morte da ex no Amazonas, homem vai pagar indenização a filhos da vítima

Além da condenação a 26 anos e três meses de prisão pelo crime de feminicídio, Mizael Augusto Rodrigues de...

Radialistas do RS receberão adicional por acúmulo de funções no mesmo setor

A Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve a condenação da Empresa Portoalegrense de Comunicação Ltda. (Rede Pampa)...