Justiça condena homem por morte de idoso

Justiça condena homem por morte de idoso

A 2ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco condenou, nesta terça-feira, 9, um homem, por matar o idoso Raimundo Vieira de Moura, de 62 anos. O juiz de Direito, Fabio Farias, estabeleceu pena de sete anos e quatro meses de reclusão a ser cumprida em regime semiaberto.

De acordo com os autos, o crime ocorreu em novembro de 2022, no comercial Villa Beer, na Rodovia AC-40, em Rio Branco, durante uma briga generalizada, quando o homem, sob efeito de álcool, atacou o idoso, causando-lhes lesões corporais que resultaram em sua morte.

Em juízo, o réu confessou, primeiramente, ter dado socos no sobrinho da vítima, em seguida, o idoso foi para cima dele, momento em que  ele deferiu soco na face do idoso, que caiu o chão e bateu a cabeça.

Ao estabelecer a pena, o magistrado destacou que o réu agiu com dolo intenso e sua conduta em muito ultrapassou os limites. “No ponto, tem-se que o crime fora praticado em ambiente festivo e na presença de diversas pessoas, o que demonstra maior ousadia. Some-se a isso a extrema violência empregada contra uma pessoa desarmada, bêbada e em ampla desvantagem física, a qual, diga-se, apenas pretendia ajudar o sobrinho caído ao solo”, diz.

Com informações do TJ-AC

Leia mais

Em reunião com a Fundação Carlos Chagas, DPE-AM planeja novos concursos públicos

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) realizou uma reunião nesta terça-feira (28) com representantes da Fundação Carlos Chagas (FCC), em São Paulo,...

Nulidades processuais devem ser alegadas na primeira oportunidade, define TJAM

As nulidades processuais devem ser levantada na primeira oportunidade de manifestação nos autos, de modo que, quando apresentadas somente na fase recursal, são consideradas...

Mais Lidas

Justiça do Amazonas garante o direito de mulher permanecer com o nome de casada após divórcio

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli, da 3ª Câmara Cível...

Bemol é condenada por venda de mercadoria com vícios ocultos em Manaus

O Juiz George Hamilton Lins Barroso, da 22ª Vara...

Destaques

Últimas

Congresso derruba veto de Lula e volta a proibir “saidinha” de presos

O Congresso Nacional derrubou os vetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à lei que restringe a saída...

CNJ aprova diretrizes para implementação do juiz das garantias

As regras para a implementação do juiz das garantias foram aprovadas por unanimidade durante a 2ª Sessão Extraordinária de...

Advogado suspeito de integrar organização criminosa é proibido de atuar na área criminal

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) restringiu à área criminal a proibição do exercício profissional imposta...

STJ definirá se habilitação de sucessores da parte falecida no processo está sujeita à prescrição

​A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça afetou os Recursos Especiais 2.034.210, 2.034.211 e 2.034.214, de relatoria do...