Desembargadores do Tribunal de Justiça são homenageados por advogadas que atuam no Amazonas

Desembargadores do Tribunal de Justiça são homenageados por advogadas que atuam no Amazonas

A vice-presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargadora Carla Maria Santos dos Reis; a corregedora-geral de Justiça do Amazonas, desembargadora Nélia Caminha Jorge; o diretor da Escola de Aperfeiçoamento do Servidor (Eastjam), desembargador Flávio Humberto Pascarelli Lopes; a coordenadora da Comissão da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJAM, desembargadora Maria das Graças Pessôa Figueiredo e a titular da Coordenaria da Infância e da Juventude/TJAM, desembargadora Joana dos Santos Meirelles receberam homenagem de advogadas que atuam no Amazonas durante o “10º. Almoço das Mulheres Advogadas”, evento foi realizado na última sexta-feira (29) em Manaus.

Conforme os organizadores do evento, os magistrados foram selecionados para receber a homenagem por escolha das próprias advogadas que, em votação, ressaltaram o trabalho e atuação destes em seu cotidiano de trabalho e como forma de destacar a atuação de todo o Tribunal de Justiça do Amazonas, principalmente para manter o pleno funcionamento do Poder Judiciário durante a pandemia, assim como para assegurar as prerrogativas da advocacia.

Além dos desembargadores do TJAM, a homenagem foi estendida ao atual secretário de Estado de Segurança Pública, Coronel Vinícius Oliveira, ao deputado estadual Roberto Cidade e ao delegado da Polícia Civil do Amazonas, Fernando Bezerra.

Ao conceder placas e certificados de Menção Honrosa aos magistrados do Tribunal de Justiça do Amazonas, uma das organizadoras da atividade, a advogada Adriane Magalhães – que atuou no período de 2019 a 2021 como procuradora nacional adjunta de Defesa das Prerrogativas do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil – destacou o trabalho desenvolvido por cada magistrado homenageado, assim como os dos demais que atuam na Corte Estadual de Justiça do Amazonas, destacando, também, a atuação do presidente da Corte, desembargador Domingos Jorge Chalub Pereira.

Conforme a advogada Adriane Magalhães, as iniciativas do TJAM para assegurar o pleno funcionamento da Justiça, especialmente no período mais grave da pandemia, foram dignas de homenagem. Ao destacas a atuação do Judiciário, sobretudo no período da pandemia, a advogada frisou iniciativas da Corte Estadual, como a publicação de Portarias e Provimentos estabelecendo os balcões para atendimento virtual aos jurisdicionados, autorizando a realização de atos processuais tais como citações, intimações e notificações por meio de aplicativo instantâneo de mensagens (WhatsApp) e também a instituição de balcões virtuais por meio dos quais juízes passaram a atender os operadores do Direito regularmente, por meio de plataforma eletrônica.

Ao receber as homenagens, os desembargadores do Tribunal de Justiça do Amazonas foram unânimes ao ressaltar a importância da advocacia para a garantia dos direitos dos cidadãos e para a efetividade do sistema de Justiça. Na mesma oportunidade, os magistrados reforçaram o compromisso do Judiciário Estadual em manter, sempre, o diálogo com os operadores do Direito e em assegurar suas prerrogativas.

Fonte: Asscom TJAM

Leia mais

Aluno não pode ser prejudicado por alteração de grade curricular, diz TJ/Amazonas

Julgado da Corte de Justiça firmou que embora a Universidade do Estado do Amazonas tenha autonomia didático científica, aí se incluindo a prerrogativa de...

Zona Franca não é incompatível com a política de redução da carga tributária, diz ABIR a Moraes

O Ministro Alexandre de Moraes recebeu pedido da ABIR-Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas Não Alcóolicas para ingresso na ADI-7153, na qual...

Mais Lidas

Últimas

Aluno não pode ser prejudicado por alteração de grade curricular, diz TJ/Amazonas

Julgado da Corte de Justiça firmou que embora a Universidade do Estado do Amazonas tenha autonomia didático científica, aí...

Ulbra é denunciada por cobrar taxa de R$ 200 por colação de grau em Manaus

Manaus/AM - Alunos do Centro Universitário Luterano do Brasil (Ceulm/Ulbra), procuraram o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM), para...

Condenado a 26 anos pela morte da ex no Amazonas, homem vai pagar indenização a filhos da vítima

Além da condenação a 26 anos e três meses de prisão pelo crime de feminicídio, Mizael Augusto Rodrigues de...

Radialistas do RS receberão adicional por acúmulo de funções no mesmo setor

A Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve a condenação da Empresa Portoalegrense de Comunicação Ltda. (Rede Pampa)...