RJ: Justiça decreta prisão de agente socioeducativo acusado de estupro

RJ: Justiça decreta prisão de agente socioeducativo acusado de estupro

A Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão preventiva de um agente socioeducativo acusado de estupro em unidade de internação feminina de adolescentes do Departamento Geral de Ações Socioeducativas do estado (Degase).

Ele responde por diversos crimes de estupro de vulnerável contra internas na unidade Professor Antonio Carlos Gomes da Costa, na Ilha do Governador, na zona norte da cidade do Rio, em 2021.

A decisão foi tomada pelo 6º Juizado Especial da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Capital. Outro agente denunciado pelo crime já está preso.

A investigação começou a partir de denúncias feitas por internas adolescentes, que relataram ter sido submetidas a uma rotina de violência sexual dentro da unidade.

Depois das denúncias, a cúpula do Degase foi afastada pelo secretário estadual de Educação, Alexandre Valle, em julho do ano passado.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais

Home Care em Manaus é direito em plano de saúde dentro da rede credenciada de Seguradora

Ao aderir a um plano de saúde, o consumidor já tem ciência de quais hospitais e profissionais fazer parte da rede conveniada e, se...

Aluno não pode ser prejudicado por alteração de grade curricular, diz TJ/Amazonas

Julgado da Corte de Justiça firmou que embora a Universidade do Estado do Amazonas tenha autonomia didático científica, aí se incluindo a prerrogativa de...

Mais Lidas

Últimas

Prédio do TJAM treme e é evacuado em Manaus

Manaus/AM - O prédio do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) precisou ser evacuado após tremores na estrutura na...

Home Care em Manaus é direito em plano de saúde dentro da rede credenciada de Seguradora

Ao aderir a um plano de saúde, o consumidor já tem ciência de quais hospitais e profissionais fazer parte...

Atentado contra os pais cometido por menor também é causa de exclusão da herança, decide STJ

Ao rejeitar o recurso especial de um homem que matou os pais quando tinha 17 anos de idade, a...

União e Funai têm até um ano para destinar área de sobrevivência ao grupo indígena Fulkaxó

A Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão que estabeleceu o prazo de até um ano...